A pedra

No meio do rim tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do rim
Tinha uma pedra
No meio do rim tinha uma pedra

… Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas mijadas tão ensanguentadas
Nunca me esquecerei que no meio do rim
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do rim
No meio do rim tinha uma pedra

Enviado por Paulo Paulada

Anúncios

Lambe-Sujo de Laranjeira x Caboclinho

 

O Lambe-Sujo de Laranjeira x Caboclinho é uma festa tipicamente sergipana, encenada todo segundo domingo de outubro, na cidade de Laranjeiras, a 20 km de Aracajú.
É a maior manifestação de teatro espontâneo ao ar livre do mundo e consiste na encenação da luta entre negros, os lambe-sujos, e os caboclinhos, que eram mandados pelos brancos para destruírem os quilombos.
Os lambe-sujos pintam o corpo com uma mistura de tinta preta e mel de carnaúba, usam um gorro vermelho e carregam uma foice – símbolo da luta pela liberdade. Os caboclinhos pintam o corpo de vermelho e vestem-se de índio.
À tarde acontece o “combate” onde os dois grupos folclóricos encenam a derrota dos negros. Ao longo do dia os grupos dançam o maracatú, abraçam os visitantes e os pintam com a tinta preta, que fica em baldes em frente as casas.
No almoço os moradores oferecem uma feijoada com farinha de mandioca para os Lambe-sujos, que é comida com as mãos. É diversão garantida: o entrosamento, a hospitalidade e a alegria contagiam todos. Uma das festas mais malucas e divertidas que já participei. Vale a pena conferir.

Por Edna Madalozzo*

 

*Edna Madalozzo é jornalista, viajante e colaboradora do BloGenérico