HARU

douglas_wakimoto

“Existem coisas piores que estar sozinho,
mas geralmente leva decadas para entender isso
e quase sempre quando você entende é tarde demais.
E não há nada pior que tarde demais.”

Charles Bukowski

Anúncios

Sobre Perdas

Estamos ao final do primeiro semestre de 2.012 e já aconteceu tanta coisa que me permito fazer um “balanço” de tudo.

Janeiro: entre o rescaldo das festas de fim de ano e de tanto chororô, os preparativos para minha formatura. Minha avó, mulher incrível, de 89 anos é internada por conta de seu câncer.

Fevereiro: a presença constante dos familiares, visitas ao hospital, preparativos para o baile de formatura, sou consolada por uma tia muito querida e uma bomba no dia seguinte: esta mesma tia sofre um AVC. O baile nem foi aquilo tudo e houve muitas ausências. Após 40 dias internada e sem poder comer, minha querida avó nos deixa, não sem antes ter despedido de cada um, ter deixado uma palavra, um ensinamento e uma lição de vida.

 

 

Eu entre os patriarcas desta família – Esta foi a foto escolhida para estar no telão do baile de formatura ilustrando a minha infância

Março: colação de grau, enfim bacharel de “verdade”.Assisto à luta de minhas primas e tio S. com a minha tia que sofreu o AVC.

Abril: continuo lutando para manter Negão, meu amado cão da “raça” Pakita (Pastor + Akita), comendo, agora que sabemos realmente sua doença:câncer de pâncreas com metástases. Tia M se vai definitivamente para o sítio, nosso ponto de encontro perde a referência.

 Maio: faço 32 anos. Dois dias depois Negão se vai em meus braços. Fly e Luna chegam, não sem antes deixarem suas marcas no carro do meu marido e este me demonstrar como o amor pode ser generoso. Aniversário do meu tio S. Minha tia demonstra querer melhorar.

Junho: a confirmação de que meu pai está bem. Kyra, cachorra daquelas minhas primas e tio que estão com minha tia com um lado paralisado por conta do AVC e uma depressão que sempre foi dela, é atacada pelo cachorro do vizinho e ‘ganha’ um corte de 40 pontos no pescoço e sabe-se lá quantos mais em sua pata. Santa veterinária do Negão foi acionada para combater uma infecção e assim, salvar Kyra. A depressão de minha tia parece se instalar de vez. Tia Li ataca de doceira novamente e prepara 500 e tantos beijinhos e brigadeiros, algumas tortinhas salgadas e mamãe da tia Li faz queijadinhas maravilhosas só para comemorar os 2 anos do anjinho.

Todas estas perdas eu enfrentei, aceitei e me conformei. A única que tenho vontade de gritar aos 4 ventos, chacoalhar ou ter o poder de dizer; “Me dá aqui que eu faço do meu jeito!” é com esta minha tia MH.

Mineira, mulher guerreira, lutadora, forte, criou 3 filhas maravilhosas, nunca negou esforço ou ajuda a ninguém, possui um companheiro de todas as lutas, à sua maneira, é verdade, mas é um bom companheiro, se deixar abater assim por um “simples” AVC. Essa sombra que habita este corpo não é minha tia que tanta força me deu um dia antes deste incidente. Levante, lute e nos alegre e, principalmente, tire esse fardo da sua família. O fardo a que me refiro, você bem sabe, não é o de tirar e pôr na cama ou cadeira de rodas, tampouco nas ajudas constantes e necessárias para o banho, vestir e demais atividades que nem nos damos conta. O fardo que está difícil de carregar e, que vejo, logo será deixado só para você, tia MH, é seu descaso com os profissionais que lhe ajudam, não reconhecer o esforço grande e a dor que sua filha enfrenta todos os dias ao ter a mãe e a sogra nesta situação, vítimas do AVC.

Se não por você, por todos que se dedicam dia-a-dia à sua recuperação pegue as rédeas desta situação e enfrente-a, me mostre de novo aquela mulher cheia de brilho e histórias para contar, se você tentar, de verdade, uma única vez e não der certo eu lhe apóio em todas as suas loucuras (até na de solicitar 5 tipos de sucos diferentes num único dia e devolver cada um deles 5 vezes com uma desculpa diferente).

Já perdemos demais este ano, então para este segundo semestre, que começa no domingo, nos faça ganhar!

 Li é genérica, administradora, família e quer seu 2.011 de volta.

Falando em amor…

Quero dizer que te amo só de amor. Sem ideias, palavras, pensamentos. Com sentimentos, sentidos, emoções. Olho no olho, cara a cara, corpo a corpo. Quero querer que te amo só de amor.
Meu amor, te escrevo feito um poema de carne, sangue, nervos e sêmen. São versos que pulsam, gemem e fecundam. Meu poema se encanta feito o amor dos bichos livres às urgências dos cios e que jogam, brincam, cantam e dançam fazendo o amor como faço o poema.
Eu te sinto na pele, não no coração. Quero do amor as tenras superfícies onde a vida é lírica porque telúrica, onde sou épico porque ébrio e lúbrico. Quero genitais, todas as nossas superfícies.
Nossa nudez juntos, não se completa nunca, mesmo quando se tornam quentes e congestionadas, úmidas e latejantes todas as nossas mucosas.

A nudez a dois não acontece nunca, porque nos vestimos um com o corpo do outro, para inventar deuses na solidão do nós. Por isso, a nudez, no amor, não satisfaz nunca…”

Roberto Freire (Escritor, jornalista e psicanalista)

Enviado por Betina Zpala

 

Feng shui da alma

Ano novo com vida nova! É com esse pensamento que a grande maioria das pessoas começa o ano. Cores que trazem sorte, calcinha nova, mandingas e patuás, o ritual das ondas, dos santos e orixás. Todo esse ritual em busca de uma mudança – para melhor, é claro – mais sorte no amor, nos negócios e no cotidiano.

Que tal um ritual novo para este ano?

Eu vou chamar de feng shui da alma, e você pode tentar.

Em primeiro lugar vamos jogar fora tudo o que não tem utilidade, tudo que não presta. Comece a vasculhar todas as gavetas e armários da sua mente e coração e comece a procurar. Ódio, inveja, raiva, frustrações, ressentimentos, stress, tudo isso só está tomando espaço, além de serem sentimentos que não trarão nada positivo. Jogue tudo fora, delete, faça um pacote e mande para o espaço cósmico. Não tem por que você perder tempo e espaço com sentimentos negativos.

Mantenha o amor, a compreensão, o respeito, a calma e todos os outros sentimentos que te fazem sentir melhor.

Desista de querer ser feliz.

Quando eu falo sobre desistir da felicidade, não estou falando da felicidade real, a felicidade está nas coisas simples, no nosso cotidiano e muitas vezes estamos tão preocupados com a felicidade fútil que nos esquecemos da felicidade real.

Para muitas pessoas a felicidade se resume apenas em coisas materiais, aquele carro novo, casa nova, roupas de grife e outros.

O que acontece quando as pessoas não conseguem essa felicidade fútil?

A frustração, que leva à inveja, que leva ao ressentimento, que leva ao ódio.

Perseverar e lutar é nobre, mas entender as limitações é sábio.

Ame sempre e abra o seu coração.

Ame, mas ame de verdade, sem esperar nada em troca. Ninguém é obrigado retribuir o seu amor. O amor verdadeiro não espera nada em troca, você apenas ama e pronto.

Se a outra pessoa não quiser retribuir haverá sempre alguém precisando.

Quem ama esperando algo em troca, sempre se machuca.

Olhe além.

Olhe além da aparência, do status social, da idade. Você vai perceber que existe que existe um mundo cheio de opções e muitas coisas para aprender.

Neste ano novo abra os braços para a vida, aprenda o que ela tem de melhor para ensinar e ame de verdade. Sorria para o mundo e seja feliz!

Enviado por Dabliu Doug

Eclipse

Como num eclipse você vem
cola em mim, me cobre , encobre
causando-me tempestades nas entranhas.
Poucas palavras sao ditas… marotos,
sem timidez, somos loucos em devaneios.
O dia se faz noite, a noite se faz dia,
sem nenhuma confusão de sentimentos,
com os corpos nus em total completude.
Assim são nossos cúmplices encontros.
Como num eclipse, nos afastamos…
lentamente o dia volta a ser dia
e a noite se entrega aos ciclos da lua,
ate que nossos corpos se procurem de novo
cheios de vontade e da mais pura energia.

Por Vera Nilce Cordeiro Correa

Você é responsável!

A mente ordinária sempre lança a responsabilidade em outro alguém. É sempre o
outro que está lhe fazendo sofrer. Sua esposa está lhe causando sofrimento, seu
marido está lhe fazendo sofrer, seus pais estão lhe fazendo sofrer, seus filhos
estão lhe fazendo sofrer, ou o sistema financeiro da sociedade, capitalismo,
comunismo, fascismo, a ideologia política prevalente, a estrutura social, ou o
destino, carma, Deus… você nomeia!

As pessoas têm milhões de maneiras de se esquivar da responsabilidade. Mas no
momento que você diz que outra pessoa – X,Y,Z – está lhe causando sofrimento,
você não pode fazer nada para mudar isso. O que você pode fazer? Quando a
sociedade mudar e o comunismo chegar e houver um mundo sem classes, então todos
seremos felizes. Antes disso, não é possível. Como é que você pode ser feliz
numa sociedade pobre? Como você pode ser feliz numa sociedade que é dominada
pelos capitalistas? Como você pode ser feliz com uma sociedade que é
burocrática? Como você pode ser feliz com uma sociedade que não lhe permite
liberdade? Desculpas e mais desculpas.

Desculpas apenas evitam um insight, que “sou responsável por mim mesmo. Ninguém mais
é responsável por mim; é absolutamente e totalmente minha responsabilidade.O
que quer que eu seja, sou minha própria criação”.

Uma vez que esse insight se estabeleça: sou responsável por minha vida – por todo
meu sofrimento, pela minha dor, por tudo que aconteceu comigo e está
acontecendo a mim; eu escolhi esse caminho; essas são as sementes que eu semeei
e agora estou colhendo a safra; sou responsável – uma vez que esse insight se
torne um entendimento natural em você, então tudo mais é simples. Assim a vida
começa a dar uma nova reviravolta. Começa a se mover numa nova dimensão. Essa
dimensão é conversão, revolução, mutação – porque uma vez que sei que sou
responsável, também sei que posso abandonar isso a qualquer momento que decida
fazê-lo.

Ninguém pode me impedir de abandonar isso.

Pode alguém impedi-lo de abandonar sua miséria, de transformar sua miséria em
felicidade? Ninguém. Mesmo que você esteja na prisão, acorrentado, preso,
ninguém pode prender VOCÊ; sua alma ainda permanece livre. É claro, você fica
numa situação muito limitada, mas mesmo nessa situação limitada você pode
cantar uma canção. Você pode derramar lágrimas de desamparo ou pode cantar uma
canção. Mesmo com correntes em seus pés você pode dançar; então até mesmo o som
das correntes terá uma melodia nela.

O próximo sutra: Seja grato a todos.

Atisha é realmente muito científico. Primeiro ele diz: Tome toda a responsabilidade
sobre si mesmo. Segundamente ele diz: Seja grato a todos. Agora que ninguém
mais é responsável pela sua miséria exceto você – se a miséria é, toda, seu
próprio fazer, então o que resta?

Seja agradecido a todos !!!.

Porque todo mundo está criando um espaço para você ser transformado – mesmo aqueles
que acham que estão lhe obstruindo, mesmo aqueles que você pensa que são seus
inimigos. Seus amigos, seus inimigos, boas e más pessoas, circunstancias
favoráveis, circunstancias desfavoráveis – tudo isso junto está criando o
contexto no qual você pode ser transformado e tornar-se um Buddha. Seja
agradecido a todos – àqueles que lhe ajudaram, àqueles que lhe obstruíram,
àqueles que foram indiferentes. Seja grato a todos, porque todos juntos estão
criando o contexto no qual Buddhas nascem, no qual você pode se tornar um
Buddha.

Osho, The Book of
Wisdom, #

Enviado por Prem Aditi

Por que as mulheres se perdem ao longo de tantos caminhos?

 

Devo reconhecer e dizer que parabenizo vocês mulheres por tantas conquistas, pelo bravo desempenho, pela luta constante dos direitos iguais e pela determinação de alcançar muito mais.
Só que também devo confessar o quão confuso fico muitas vezes com tudo isto.
Deixam-me sem saber como querem ser reconhecidas, se como excelentes profissionais, mães, esposas, se pela inteligência,caráter, etc.
Já adiantando a resposta de vocês que obviamente será: Todas as alternativas.
Diante disso podemos dialogar e reavaliar alguns fatos francamente?
Esqueçamos a guerra dos sexos, os méritos, as alfinetadas. Estou na posição de amante de vocês mulheres, na posição de alguém que melhor do que ninguém sabe reconhecer os seus valores. Mas…
Preciso tocar em alguns pontos importantes:
Vocês já se deram conta de que este termo sou mil em uma, só da certo em poemas e textos?
São capazes de reconhecer que se perdem ao longo do caminho e que se realmente querem que este termo vire realidade precisam de várias mulheres, mas várias outras, ou seja, vocês querem ser mães, mas contratam babás porque não querem deixar a vida profissional de lado,querem administrar e organizar o lar mas contratam uma empregada, então trabalham, estudam, vão para academia, salão de cabeleireiro, massagista, yoga e quando voltam pra casa o que sobrou de vocês para o marido,filhos e namorados?
Por favor, atentem para o fato que estou focando as mulheres que enfatizam a independência por opção e não aquelas que necessitam devido à condição desfavorável.
Eu sei que quando se fala de várias mulheres em uma, vocês estão querendo expressar a personalidade, querem dizer que conseguem ser um todo. Será?
Depois desta longa jornada da qual se impuseram, vocês voltam para casa esgotadas, muitas vezes mal humoradas, mal dão atenção aos filhos e aos companheiros e mesmo assim exigem serem reconhecidas como as melhores mulheres,amantes perfeitas e mães exemplares.
Entendam, não faço apologia e não acho que Amélia que era mulher de verdade.
Só acho que a liberdade e o respeito vocês já conquistaram há muito tempo atrás.
Vivemos em um país onde a mulher é amparada pelas leis mesmo que ainda um tanto precárias. A mulher não precisa se equivaler ao homem para ser respeitada, pelo contrário,o que nos faz prestigiar a mulher são justamente as diferenças. Querem ser comparadas aos homens, mas amadas como mulheres.
Nossa maneira de pensar é simples, queremos uma mulher com toda graça e feminilidade que lhe foi concedida. Querem trabalhar pra obter a independência, ótimo, sempre é bom uma ajuda financeira, mas por favor aceitem o fato que o homem foi criado e educado para prover.
Sendo assim aceitem também o fato e mais que isso, assumam o significado da palavra Mulher dando prioridade ao que este nome de peso carrega, pois uma a mulher veio ao mundo para amar, criar, conceber, cuidar, acalmar, acalentar e principalmente despertar nos homens a alegria de viver.

Corram atrás do prejuízo enquanto há tempo, pra que mais tarde o arrependimento não seja abrasador.

Pensem nisso.
Tunhão e seus pitacos “feminísticos”.