#prapensar

wdoug

 

“Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as porcentagens, temporariamente. E esta é a melhor e a pior parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos.”

Charles Bukowski

Atire a primeira pedra…

Blogenericoblog1

Todo mundo tem suas manias, eu tenho as minhas. Mania de mexer no cabelo de 5 em 5 minutos, falar alto, encarar quem me olha demais. Mania de pensar demais em você, de acreditar em horas iguais, de ficar imaginando as coisas antes de dormir, mania de rir por bobeira e chorar de nervoso, mania de escutar uma música e ficar me imaginando nela, mania de mudar de humor constantemente, mania de ver minha vida como se fosse um filme – como se ainda fosse ter um final feliz -, mania de ter medo de tudo, de falar o que eu sinto e de te perder. Mania de pensar no que já fiz e repetir tudo, mesmo que me arrependa.

Tati Bernardi

F.U.C.K

SEXO COM CULTURA…

Você sabia que antigamente, na Inglaterra, as pessoas que não fossem da família real tinham que pedir autorização ao Rei para terem relações sexuais?

Por exemplo: quando as pessoas queriam ter filhos, tinham que pedir consentimento ao Rei, que, então, ao permitir o coito, mandava entregar-lhes uma placa que deveria ser pendurada na porta de casa com a frase: ‘ Fornication Under Consent of the King’  (fornicação sob consentimento do rei) = sigla F..U.C.K. Daí a origem da palavra chula FUCK.

Já em Portugal, devido à baixa taxa de natalidade, as pessoas eram obrigadas a ter relações:  ‘Fornicação Obrigatória por Despacho Administrativo’ = sigla F.O.D..A. Daí a origem da palavra FODA.

Por sua vez, quem fosse solteiro ou viúvo, tinha que ter na porta a frase:  ‘Processo Unilateral de Normalização Hormonal por Estimulação Temporária Auto-induzida’ = sigla P.U.N.H.E.T.A.

Vivendo e aprendendo…

A gente pode até dizer palavrão, mas com conhecimento e cultura é outra coisa!

Enviado por prof.JR

Por que as mulheres se perdem ao longo de tantos caminhos?

 

Devo reconhecer e dizer que parabenizo vocês mulheres por tantas conquistas, pelo bravo desempenho, pela luta constante dos direitos iguais e pela determinação de alcançar muito mais.
Só que também devo confessar o quão confuso fico muitas vezes com tudo isto.
Deixam-me sem saber como querem ser reconhecidas, se como excelentes profissionais, mães, esposas, se pela inteligência,caráter, etc.
Já adiantando a resposta de vocês que obviamente será: Todas as alternativas.
Diante disso podemos dialogar e reavaliar alguns fatos francamente?
Esqueçamos a guerra dos sexos, os méritos, as alfinetadas. Estou na posição de amante de vocês mulheres, na posição de alguém que melhor do que ninguém sabe reconhecer os seus valores. Mas…
Preciso tocar em alguns pontos importantes:
Vocês já se deram conta de que este termo sou mil em uma, só da certo em poemas e textos?
São capazes de reconhecer que se perdem ao longo do caminho e que se realmente querem que este termo vire realidade precisam de várias mulheres, mas várias outras, ou seja, vocês querem ser mães, mas contratam babás porque não querem deixar a vida profissional de lado,querem administrar e organizar o lar mas contratam uma empregada, então trabalham, estudam, vão para academia, salão de cabeleireiro, massagista, yoga e quando voltam pra casa o que sobrou de vocês para o marido,filhos e namorados?
Por favor, atentem para o fato que estou focando as mulheres que enfatizam a independência por opção e não aquelas que necessitam devido à condição desfavorável.
Eu sei que quando se fala de várias mulheres em uma, vocês estão querendo expressar a personalidade, querem dizer que conseguem ser um todo. Será?
Depois desta longa jornada da qual se impuseram, vocês voltam para casa esgotadas, muitas vezes mal humoradas, mal dão atenção aos filhos e aos companheiros e mesmo assim exigem serem reconhecidas como as melhores mulheres,amantes perfeitas e mães exemplares.
Entendam, não faço apologia e não acho que Amélia que era mulher de verdade.
Só acho que a liberdade e o respeito vocês já conquistaram há muito tempo atrás.
Vivemos em um país onde a mulher é amparada pelas leis mesmo que ainda um tanto precárias. A mulher não precisa se equivaler ao homem para ser respeitada, pelo contrário,o que nos faz prestigiar a mulher são justamente as diferenças. Querem ser comparadas aos homens, mas amadas como mulheres.
Nossa maneira de pensar é simples, queremos uma mulher com toda graça e feminilidade que lhe foi concedida. Querem trabalhar pra obter a independência, ótimo, sempre é bom uma ajuda financeira, mas por favor aceitem o fato que o homem foi criado e educado para prover.
Sendo assim aceitem também o fato e mais que isso, assumam o significado da palavra Mulher dando prioridade ao que este nome de peso carrega, pois uma a mulher veio ao mundo para amar, criar, conceber, cuidar, acalmar, acalentar e principalmente despertar nos homens a alegria de viver.

Corram atrás do prejuízo enquanto há tempo, pra que mais tarde o arrependimento não seja abrasador.

Pensem nisso.
Tunhão e seus pitacos “feminísticos”.